segunda-feira, 20 de setembro de 2010

Homem & Fashion

Eu estava pensando em uma coisa essa semana. Pensando profundamente e pensando como uma acadêmica, como sempre, em como trazer isso para o Cometa de Ideias porque eu queria dividir esse pensamento com alguém que não me interrompesse durante a conversa. Monólogos sempre me atrairam, apesar de eu ser uma melhor ouvinte do que uma narradora. Narradora oral, porque imagino que saiba narrar algo no papel. Espero que eu saiba, porque meu imaginado futuro depende da minha escrita literária. Mas, não é esse o assunto. Eu me refiro ao tema "Os Homens e a Moda". Isso poderia ser um título de artigo ou trabalho acadêmico... sério, acho que a faculdade não está fazendo bem pro Blog.


Caso ainda precise ser perguntado: sim, eu entendo de moda. Durante muitos anos minha maior ambição foi o estilismo e durante esse tempo, eu desenhei muito e estudei muito. E ao final desse período, eu finalmente consegui o que eu queria, mas não troquei o certo pelo duvidoso. Eu consegui uma bolsa do PROUNI pra fazer Design de Moda, mas preferi a Museologia. Não me pergunte o porque... Então, sim, eu entendo um pouco de moda. E entendo parcialmente alguns comportamentos da humanidade.

Isso veio a tona por conta de uma tag de um blog de moda e futilidades (!) que eu leio. A tal tag é chamada de "O que eles pensam sobre...". É baseada na escolha de um tema do guardarroupa feminino por semana, sendo apresentadas fotos para quatro homens e eles dizem o que acham de tal artigo do mundo feminino. E o que isso tem a ver com a situação acima? Nada ou talvez tudo. mas me deixou com uma dúvida que talvez se torne crônica: E lá homem repara tanto em roupa de mulher?

Pode ser um preconceito meu, mas pelas respostas dos tais rapazes da tag eu bem vejo que eles não reparam muito. E pela maioria dos homens que eu conheço também não. Poxa, que homem repara se a pulseira que a menina está usando fica proporcional com a grossura do braço dela? Porque é um dos absurdos que eu li naquela tag. Ou essa: que homem repara, sério, se a menina usando um chinelinho fluor é menos elegante do que aquela que usa uma sapatilha preta fosca? E que homem vai reparar na estampa indígena da blusa da Fulana, quando ela bem sabe que ele vai olhar para os seios dela que estão valorizados em tal blusa?

É sério, eu nunca vi um homem que reparasse no colar ao invés de olhar o colo da garota. Eu nunca vi homem que prefere reparar no cinto da garota ao invés de olhar o quadril dela. Eu nunca vi homem que repara na estampa da blusa quando esta tem um decote. É quase certo que os avaliadores da tal tag nunca preferiram reparar nos itens de moda do que na pessoa em si. Não estou desmerecendo a opinião dos homens quanto à moda, porque eu sei o quanto é importante uma boa aparência. Só estou dizendo que essa é uma tag desnecessária. Assim como é quase impossível manter uma conversa com homens (aqui me refiro a heteros) sobre a estampa de uma blusa decotada quando esta está no corpo de uma mulher com peitos.

Não é novidade que eu tenho tendências feministas e que muito do que eu escrevo reflete minha queda enorme pelo movimento feminista, e isso se pode agravar quando eu falo de corpo e seres humanos. Homens reparam no corpo em primeiro lugar. Se encontrar um que repare no cinto caramelo fino envolvendo a cintura e diga "Nossa, que corpo deslumbrante, mas com aquele cinto... Credo!" tenha certeza de que ele não é exatamente um homem no sentido etéreo da palavra. Sem preconceitos e abrangendo um sentido mais amplo: mulheres também reparam em corpos. Talvez guardem uma taxa de porcentagem maior para reparar em roupas do que homens, mas elas também preferem reparar em um braço mais torneado, do que na manga mais cavada de uma camiseta, por exemplo.

E atire a primeira pedra quem nunca reparou naquele colega de faculdade que usava uma camiseta um número menor comprada por engano (ou não), que fica, em termos, mais agarrada ao corpitcho? Quem nunca reparou nos glúteos do mesmo colega quando este caminha distraído na tua frente? Só eu? Pode ser loucura da minha parte fazer essas afirmações, e me desculpe se estou sendo ridícula, mas eu tento falar a mais pura verdade. Homem não repara se a menina está vestindo uma saia de tule usada no desfile do Armani combinada com uma Ankle Boot nude, tendo jogado uma camiseta podrinha com estampa de Wonderland para dar um toque divertido! A maioria deles nem sabe o que são os termos empregados nessa frase, quiçá reconhecê-los num look!

Não estou desmerecendo quem monta esse tipo de look para arrasar, porque eu também monto. Eu adoro moda e sempre que posso saio usando um modelito diferente e cheio de referências à tendências apresentadas em passarelas. Isso faz bem para auto-estima, para o ego. Eu só quero afirmar que tu não estará te arrumando para que os homens notem e digam que tu está 'fashion' linda! Tuas amigas é que vão dizer que tu está 'fashion' linda, 'fashion' arrasando! Tua mãe é que vai dizer que tu está 'fashion' linda! Mas o cara que tu vai beijar hoje a noite na balada vai te dizer que tu está linda. Ele vai te dizer que tu está linda num outro dia, quando vocês forem tomar um chimarrão no gasômetro e tu estiver usando jeans e camiseta. Whatever.

Não digo para abandonarem a moda, porque nem eu mesma trocaria isso por jeans e camiseta forever. Apenas estou tentando entender e enfatizar, inclusive para mim mesma, que mulher se arruma para mulher e homem se arruma para mulher. Quer se arrumar para homem? Não precisa abusar do fashionismo porque ele não vai entender nada e pode, inclusive, não gostar do look. Óbvio que ele não vai dizer isso para ti, mas isso já é um outro assunto...

Um comentário:

  1. Há algum mau na simplicidade da observação masculina em relação à imagem que a mulher deseja ter?
    Essa condição ultrapasse, talvez, uma questão cultural, e seja, sob um ponto de vista mais amplo, um resquício dos nossos antepassados, quando os homens eram responsáveis pela caça e as mulheres à criação dos filhos.
    É aquela velha justificativa (cientificamente válida) dos homens terem mais dificuldades que as mulheres em achar determinados objetos dentro de um ambiente, mas, ao mesmo tempo, serem mais perceptivos e não terem dificuldades na execução de certas atividades do dia-a-dia, como estacionar um carro.

    ResponderExcluir

Se sinta à vontade para comentar o que quiser sobre o artigo lido, apenas mantenha o respeito às pessoas.