quinta-feira, 21 de abril de 2011

E não é que o preconceito tinha fundamento?

Ontem eu presenciei uma cena que eu não sabia que existia fora de filmes de humor negro ou de seriados americanos que retratam a “violência” da população e com a população. Presenciei uma cena que me deixou com uma vontade imensa de fugir para uma cidade mais civilizada e quem sabe um país mais civilizado. Ontem, durante tal cena, eu entendi a origem do preconceito que as pessoas têm com a minha cidade. E não discordei delas.

domingo, 10 de abril de 2011

Eu amo Sapos!

É. Eles quase sempre causam nojo nas mulheres, não parecem serem dignos da nossa confiança e nunca parecem uma boa opção, mas, ainda assim, eu amo sapos! Agora me surgiu uma dúvida, porque provavelmente você, se for mulher (e homem também, porque não?) que está lendo (ou que não está lendo, sendo assim um mero fantasma do Cometa de Ideias) torceu o nariz e provavelmente está se perguntando se eu sou maluca; Pois então, estamos falando da mesma coisa?