quinta-feira, 28 de julho de 2011

Paixonite aos Onze

Acordei me sentindo estranha e a primeira coisa que eu pensei quando abri os olhos foi: “Caramba, minha primeira paixonite foi aos onze anos. Eu era uma criança e mal sabia cuidar de mim mesma.” Não sei por que acordei pensando nisso, mas durante todo o dia, enquanto eu estendia roupa no varal, lavava a louça do almoço e escrevia mais um capítulo da minha fanfic Adoráveis Férias Infernais, eu fiquei pensando nisso; na minha maldita paixonite dos onze anos. Só posso culpar minha natureza sensível que estava a toda na minha pré-adolescência e os garotos sem graça, mas interessantes que a vida me apresentava.

segunda-feira, 18 de julho de 2011

Devaneios na Madrugada

"Minha mente nem sempre tão lúcida, fértil, meu deu a voz..."

Preparei a postagem de hoje quando ainda era ontem, deitada na minha cama, esperando o sono chegar. Eu tenho uma certa dificuldade para dormir porque meus pensamentos nunca param de acontecer e nunca me dão uma trégua para eu poder descansar; então, lá estava eu, pensando ao invés de dormir, quando eu levantei da cama e resolvi escrever o que eu estava pensando em um pedaço de papel. Pode até ser brega hoje em dia, mas eu ainda escrevo certas coisas em papel ao invés de publicar ou sair contando por aí. Eu tenho uma super dificuldade em sair contando por aí certas coisas, para dizer a verdade.