sexta-feira, 3 de janeiro de 2014

Em 2014, eu quero...

Eu sou uma pessoa que acredita em resoluções de fim de ano e metas para o ano seguinte. No post anterior do blog, eu fiz uma espécie de levantamento das coisas mais importantes que aconteceram em 2013 na minha vida... Eu nunca tinha feito alguma coisa parecida, na verdade, mas eu sou uma veterana em metas para o ano seguinte. É verdade que essas metas eram esquecidas logo no início do novo ano, mas dessa vez, como muitas outras coisas, eu quero cumprir, então abaixo estão minhas metas:

... Guardar dinheiro
mesmo tendo terminado a faculdade, eu não tenho perspectiva nenhuma de emprego. Uma porque os concursos na área da minha formação são escassos e outra (a principal delas) é que eu não quero trabalhar com Museologia, não agora, pelo menos. Eu tenho procurado algumas coisas, principalmente bicos, porque sinceramente, eu não quero um vínculo empregatício agora. Não quero horários certos para o resto da vida, chefe enchendo o saco no cangote para o resto da vida... Acho que eu vou acabar passando longe da efetividade nesse ano, mas eu estipulei como meta guardar, pelo menos e de qualquer maneira, R$3.000,00 numa poupança. Essa meta não existe apenas por existir, ela é parte de um plano maior, mas isso fica para outro post. Por enquanto, basta focar em guardar dinheiro.

... Escrever um livro
acho que essa é uma meta que eu carrego desde 2009. Na verdade, eu carrego a meta de terminar UM único livro desde 2009 e eu sei que tão cedo eu não vou terminá-lo. Lobisomens no interior do Rio Grande do Sul é tão fascinante que eu não consigo definir nada dessa história e eu acabo empacando... Porém, eu vou deixar de lado o projeto dos lobos nesse ano e ser menos específica quanto a essa meta: eu tenho que terminar de escrever um livro, qualquer um dentre os projetos que eu já tenho encaminhados, e conseguir um contrato com uma editora até o final desse ano. Oremos.

... Criar um zine
em 2008, eu tive o meu primeiro contato com um zine quando participei de um com um conto. Em novembro do ano passado, eu participei de uma oficina de fanzines e tive o meu segundo contato com essas publicações independentes. Eu aprendi muita coisa sobre fanzines nessa oficina, principalmente que eu não dependo de nada e ninguém, a não ser eu mesma, para publicar um zine... Por que não, então, juntar alguns contos, fazer alguns desenhos e lançar o meu zine pelas ruas de Porto Alegre? A minha ideia é fazer uma publicação semestral com seis contos em uma folha de ofício A4. Vamos ver. O nome eu já tenho.

... Fazer exercício
o perder peso é uma constante quando as pessoas fazem listas de metas e já foi uma das minhas constantes (junto com o guardar dinheiro), mas nesse ano eu resolvi fazer diferente já que eu não quero apenas perder peso, eu quero treinar a minha resistência, fortalecer os meus músculos e tentar enrijecer algumas pelancas soltas por esse corpinho. Para isso, eu vou usar a bicicleta, que eu adoro, e caminhadas com a minha irmã, a princípio.

... Manter um blog/canal literário
não é de hoje que eu quero falar sobre aquilo que eu leio e discutir a minha visão sobre certa leitura. O modo mais legal de se fazer isso hoje em dia acho que não é nem mais em clubes de leitura, mas sim com um blog/canal literário. Eu sempre tive vontade de ter um e resolvi transformar isso em meta nesse ano; assim nasceu o Poeira Literária, que é um lugar onde eu vou falar das minhas leituras menos conhecidas pelo mundo afora, onde os livros desconhecidos, clássicos e esquecidos ganham vez.

... Fazer artesanato
essa é uma meta que precisou ser estipulada porque o meu bicho grilo artista interior insistiu. É um prazer, para mim, sentar e mexer com os mais diversos materiais para criar coisas novas ou revitalizar coisas antigas.... nada melhor do que tentar engordar o meu cofrinho com algumas dessas coisas sendo vendidas, né? Não sou louca de achar que eu vou montar uma loja ou que eu vou virar uma hippie na Praça da Alfândega; trabalhar com os mais diversos materiais e, quem sabe, vender uma ou duas peças para conhecidos já está de bom tamanho.

... Passar no vestibular
por último, mas não menos importante, está passar no vestibular. Daqui a quatro dias, começa a maratona de quatro dias de prova, concorrendo com adolescentes por uma vaga em Letras... Faz cinco anos que eu fiz o meu primeiro e único vestibular (até agora) e eu não tive tempo de estudar dessa vez; vou rezar para que, no final de janeiro (quando sai o resultado), eu descubra que deu tudo certo!

Será que tem punição se eu não conseguir atingir essas metas?

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Se sinta à vontade para comentar o que quiser sobre o artigo lido, apenas mantenha o respeito às pessoas.