sexta-feira, 20 de janeiro de 2017

#MaratonaAperteOPlay

Eu sou uma fiel seguidora da Bárbara do "Letras de Batom" lá no Youtube porque ela fala sobre várias coisas que me agradam, desde livros até maquiagem. Semana passada ela postou um vídeo sobre uma tal maratona de cinema que me deixou pensando em tentar seguir, afinal eu estou de férias e filmes tomam apenas duas horas do meu dia, seria muito mais rápido e fácil do que uma maratona literária, não é mesmo?

A tal maratona era a #MaratonaAperteOPlay, da qual a Bárbara e mais catorze youtubers estão participando, entre eles a Morgana do “Literalmente Vlogando”, que eu curto também. Dentro de vinte dias, período determinado para a maratona acontecer (aliás, ela já está acontecendo), o participante precisa assistir a dez filmes, escolhidos de acordo com categorias. Ninguém me convidou para participar, mas vocês sabem que eu sou metida, então vim aqui contar isso para vocês e também apresentar a minha lista de filmes.




A ideia é assistir filmes nunca vistos antes, então preenchi minha lista com filmes inéditos para mim (mesmo que não seja para vocês, o que pode ser surpreendente ahaha). Então, abaixo estão as categorias de filmes, aqueles que eu escolhi para assistir e uma pequena explicação do motivo de escolha.

- Um filme adaptado de um livro: Bonequinha de Luxo
Escolhi esse filme porque quero muito assistir e nunca vi. Eu li o livro há uns três ou quatro anos e gostei muito dos temas tratados nele, especialmente da independência da Holly e do distanciamento do narrador. Vamos ver se o filme vai ser assim também, acho que não pelo que eu já li de críticas. E tem uma horrenda yellow face, eu soube...

- Um filme clássico: Clube dos Cinco
Acreditam que nunca vi os clássicos dos anos 80? Nem Gatinhas e Gatões, nem Curtindo a Vida Adoidado e nem o Clube dos Cinco. Mas vou me redimir, eu juro. Sei que é sobre uma galera que não se conhece e que não é amiga, mas acaba ficando de castigo juntos na escola e viram amigos... agora o que acontece no meio do caminho é só assistir para descobrir, né nom.

- Um filme em preto e branco: Psicose
Como foi difícil escolher esse filme, já que essa lista foi tirada do Netflix e quase não tem filmes em preto e branco no Netflix. Escolhi Psicose por falta de opções, mas também porque minha irmã assistiu e disse que era muito bom (fã de Bates Motel, claro) e porque Hitchcock me parece um diretor excelente.

- Um filme musical: The Rocky Horror Picture Show
Antes de assistir “As vantagens de ser Invisível” eu nem sabia da existência desse filme, mas depois comecei a ver essa história em todos os lugares, desde a polêmica com a refilmagem até críticas e obsessões de pessoas na internet com ele. Bora ver e entender o hype, então!

- Um filme latino-americano: O Segredo dos Seus Olhos
Esse filme saiu há alguns anos e eu lembro que o meu maior contato com ele foi quando uma colega de faculdade me emprestou o DVD para eu assistir, já que ela dizia que era um dos filmes preferidos dela, um dos melhores já lançados, e eu acabei nunca assistindo porque ia deixando e deixando. Vamos recuperar o tempo perdido com essa categoria.

- Um documentário: Cowspiracy
Dizem que quem assiste esse documentário nunca mais volta a comer carne ou acaba virando vegano. Não vou mentir que estou com medo de assistir o documentário e de me sentir muito culpada por ter comido bife no almoço de ontem e ainda mais culpada por ter sido vegetariana por um ano inteiro e ter desistido por ter preguiça de cozinhar. Na verdade, eu posso garantir que vou voltar ao vegetarianismo depois desse documentário e isso me dá medo.

- Um filme de uma nacionalidade nunca antes vista: Baahubali
Eu escolhi um filme indiano porque nunca assisti nada da Índia e nem do seu famoso Bollywood. Seria bacana eu ter escolhido “Bride and Prejudice”, mas me decidi por esse desconhecido que parece uma aventura de fantasia. Gostei do pôster e espero gostar do filme.

- Um filme dirigido por uma mulher: Jovem Aloucada
Esse filme está na minha lista de filmes para assistir no Netflix há anos e eu nunca assisto. Decidi dar uma chance e encaixar aqui porque a diretora do filme é uma mulher, Marialy Rivas, para ser mais específica. Espero que seja bom porque a premissa dele é legal.

- Um filme vencedor do Oscar: Forrest Gump
Esse filme também estava n minha lista do Netflix há tempos, mas eu nunca senti vontade de assistir, porém vamos assistir agora e entender porque a frase “Corra, Forrest, corra”, se tornou tão famosa. Juro que não sei nada sobre o filme, nem sobre a história e nem sobre os personagens, mas deve ser bom porque ganhou o Oscar de melhor filme.

- Um filme de animação: A Princesa e o Sapo
Eu tentei escolher uma animação adulta ou um filme de animação diferente do que eu conhecia, mas acabei morrendo na Disney com uma animação de princesa que eu não tinha visto ainda. Logo eu, a doida por princesas da Disney? Sim, acreditem ou não, eu nunca assisti A Princesa e o Sapo, então bora atualizar o meu currículo de filmes da Disney com essa categoria.

Ok, então é isso.
Lembrando que todos esses filmes estão disponíveis no Netflix e que eu venho aqui fazer posts sempre que terminar de ver um desses filmes. Espero que vocês gostem e me acompanhem nessa jornada cinematográfica.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Se sinta à vontade para comentar o que quiser sobre o artigo lido, apenas mantenha o respeito às pessoas.